Domingo, 5 de Outubro de 2008
Esta é a situação que vou levar como exemplo para a próxima aula, a pedido do Eduardo Madeira. Na verdade não se passou comigo mas eu estava nas redondezas, por isso é quase como se tivesse visto tudo.

Caridade para os animais e o casino.

Estava eu passeando pelo Parque das Nações sozinho, quando uma senhora nos seus sessenta anos, ar simpático e humilde que nos faz pensar "vai meter conversa mas talvez não seja chata", me interpelou com um sorriso.

- Boa tarde! Não quer dar uma ajudinha para os animaizinhos?

Filtrei a figura toda à procura de uma plaquinha, um pin, um autocolante que me pudesse esclarecer quais os animaizinhos a que a senhora se referia. Não é preciso ser-se membro de uma associação reconhecida mundialmente para trabalhar em prol dos animais desfavorecidos, mas a minha generosidade gosta de se informar primeiro a quem vai fazer donativos. A desconfiança é que respondeu, com aquele sentimento de culpa que sabe que talvez não tenha assim tantas razões para se sentir culpado:

- Lamento, não pode ser nada...

O sorriso esmoreceu-lhe um bocadinho mas a conversa não estava terminada, vinha aí uma nova investida.

- Pois... Sabe, é que vim agora do Casino e perdi vinte euros - e apontou na direcção do local da tragédia. - E agora só recebo prá semana...

Desculpei-me mais uma vez, porque a generosidade, agora já melhor informada, não quis arriscar que o dinheiro fosse para a roleta ou para as slot machines, que esses animaizinhos estão muito bem alimentados.


publicado por João Silva às 15:26 | link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De Marta a 5 de Outubro de 2008 às 17:46
E tens o trabalho feito. Impressionante como as pessoas têm as prioridades trocadas... mas resulta no humor! é o que se quer :D


De Jorge a 5 de Outubro de 2008 às 18:58
Que lata!
Uma vez no estádio da luz, duas senhoras, também sem quaisquer coisinhos identificativos (como aquele bem sopimpas que nos deram nas PF), pediram-me 5 euros para os «pobrezinhos». Mas estas ao menos davam um autocolante e um apito como recompensa pelo nosso acto de bondade.


Comentar post

mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Isto é indesmentível

Works e-v-e-r-y-t-i-m-e

Não quero saber...

Sketch: "Homem insensível...

Hello...? Anyone...?

Os sketches! Sim, outra v...

Desafio III

Lançamento do Desafio III

Inspirado em "Rússia cort...

Bom Natal!!!

arquivos

Maio 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

actualidade

albatroz!

aula eduardo madeira

bebé

benfica

benfica tv

certidão

comunicados

concurso

cor-de-rosices

cor-de-rosices texto livre

desafio iii

desafio semanal

elogio funebre

escritório

homem

homem do semáforo

ip

jogos olímpicos

jorge catarino

le loup fou

maddie

mãe

mário calado

marta

miguel gomes

morte

nome de blog

non sense

notícias

óbito

parvoíces

pobres

radio

rádio

referências

religião

ricos

rodolfo

sketch

stand up

texto livre

trabalho de grupo

trabalho susana romana

tv

vídeo

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds