Terça-feira, 27.01.09

... o Mauro continua a atacar.



publicado por Mário Calado às 07:00 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 23.12.08

"Até porque à distância, adoro ver pessoas desesperadas a correr de um lado para o outro como baratas tontas alternando entre a raiva pelas outras pessoas que os atrasam e o espírito natalício que é suposto terem." Mauro Tristão



publicado por Mário Calado às 20:14 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 18.12.08

Desculpem, detesto fazer isto, mas nunca gostei da regra dos 800 caracteres. 1000, vá. 1116 neste caso. Como o LPN não pode fazer nada, estou-me nas tintas. A liberdade da imprensa humorística não se mede aos caracteres! ;)


Professores respondem a inquérito polémico que apelidaram de burocrático

Dos cerca de 150 mil professores, apenas 1100 responderam ao inquérito do Observatório da Avaliação de Desempenho, tendo os restantes considerado o processo demasiado burocrático, com demasiadas perguntas e muito moroso. Pelo que ficariam sem tempo para preparar as manifestações e as greves que se avizinham.

Dos que responderam, quase 75% afirmou que se tivesse alternativa mudaria de profissão, mas as vagas para vendedores porta-a-porta de enciclopédias irlandesas já estão completas. Os docentes estão ainda contra o processo de avaliação, contra a participação dos pais no processo e também contra a participação uns dos outros: “Esta avaliação põe-nos a avaliarmo-nos uns aos outros, o que implicará termos que falar uns com os outros, e isso é absolutamente ridículo” terá dito uma professora nos comentários de um blogue manhoso. Fonte inquinada do sindicato adiantou que o ideal era acabar com a avaliação, com o estatuto da carreira docente e com as aulas: “Deixem-nos trabalhar em paz, sem burocracias, sem alunos desordeiros, sem alunos de todo e verão como os professores são profissionais competentes”.



publicado por Mário Calado às 13:47 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 16.12.08

"O segredo é a alma do negócio e no que toca a ministros das finanças, o negócio é o orçamento e a mentira é o segredo da alma" Mauro Tristão



publicado por Mário Calado às 10:01 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 11.12.08

Não sei se é para o desafio (vocês vão no I eu já publiquei dois pessimistas...) mas também não interessa que eu vou escrevendo e postando, porque mais tarde ou mais cedo meto férias e depois não posto nada. Um soquete sobre essa arte antiga que é o trabalho.

 

 



publicado por Mário Calado às 10:17 | link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito

Segunda-feira, 08.12.08

E também sobre a miséria: "A miséria sempre foi e há-de ser o terreno mais fértil onde medram os homens." Mauro Tristão (citação de mim próprio!) (agora fiquei confundido...)

Aqui

Também editei o texto anterior e ainda estou a tentar conhecer melhor o personagem...



publicado por Mário Calado às 19:04 | link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Domingo, 30.11.08

 ...desta vez sobre o caso BPN e Cavaco Silva.



publicado por Mário Calado às 01:30 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Terça-feira, 25.11.08

Os meus textos estão aqui: as notícias, o Mano-a-mano e o Pessimista-Mor.

Já agora, de quem foi a ideia do Mano-a-mano para eu creditar?

E ainda, como vai a montagem da coisa? Quando é que sai?



publicado por Mário Calado às 08:08 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 10.11.08

Antes de mais gostava de lavrar o meu protesto contra a burocracia necessária para participar neste blogue. Já há serviços públicos mais simples que esta coisa. Mas não são de agora as minhas queixas sobre este animal que vi nascer.

 

Peço desculpa aos colegas mas andei sem tempo para me coçar onde dá prazer, pelo que perdi posts e conversas, textos e piadas que estou a tentar recuperar. Da mesma maneira estou em atraso de publicação e partilha de diversas coisas minhas. Por isso aqui vai:

O meu blogue em nome próprio, meio abandonado por esta altura: O Paralógico de Picoas

Deste blogue destaco as minhas (supostas) micronarrativas: aqui.

 

Um blogue (tendencialmente) de humor onde assino como “grande” em parceria com um amigo e que também tem estado ao deus-dará: Grande coisa!

Deste blogue, já com cinco anos, destaco um texto que apesar de extenso resume dentro de uma mesma temática, parte do trabalho dos dois últimos anos e parte de uma rotina de stand-up: aqui. Aconselho os espíritos mais sensíveis a lerem outra coisa...

 

Foi também deste blogue que retirei a maioria do material para o texto de apresentação aquando da inscrição no curso que se segue:

 

Da perfeição

Ela era perfeita para ele. Mas ele não acredita na perfeição.

 

Dos dias

Pôs o açúcar no cinzeiro, mexeu o café com o cigarro, engoliu o isqueiro e saiu apressado pela porta da arrecadação. O dia nem estava a começar muito mal...

 

Da cabeça

Virou a cabeça para um lado e só viu pó e pedras. Virou a cabeça para o outro lado e só viu pó e pedras. Olhou para cima e viu a terra distante. Concluiu que andava novamente com a cabeça na lua.

 

Do bar, o menos

Ele olhou-a gulosamente, enquanto ela perguntava o que queria ele para beber. Ele bebia-lhe os seios, quando disse que a queria beber a ela. Ela provocou-o, corrigindo-o: a mim não, ao meu corpo. Ele foi pungente: não é o teu corpo que eu quero, mas sim a tua alma; e penetrou-lhe os olhos. Ela desculpou-se, mas já tem a alma encomendada a um santinho da devoção de sua mãe. Ele ficou desiludido: sendo assim, é só o corpo. Só depois do expediente, disse ela. Nesse caso, pode ser um café com pantufas.

 

Dos microrrevolucionários

Um revolucionário perde sempre, pelo menos, um pouco do seu ímpeto, quando compra casa com um crédito à habitação por 80 anos. E a verdade é que, ao primeiro filho, torna-se sempre conservador. E ao segundo, um reaccionário. Ao terceiro filho, é um herói. E ao quarto, um mártir. Ao quinto, é um louco. Mais de cinco é sempre um homem pobre. E sete, é fanatismo. Oito, é descontrolo hormonal. Nove é um caso de polícia. E finalmente, dez ou mais, é preciso ter cuidado, porque o homem é de certeza, um revolucionário perigoso.

 

Das piadas ou a comédia autofágica

A sua pessoa era uma piada de mau gosto, a sua existência uma anedota e a sua vida sexual uma gargalhada – tornou-se comediante.

 

Só fazia piadas sobre piadas. E só as piadas se riam.

 

Era daqueles que tinha a mania de pedir piadas emprestadas e nunca as devolvia. Um dia lixaram-no. Em vez de uma piada deram-lhe uma anedota batida.

 

Era um artesão da comédia – só fazia piadas por medida.

 

Tinha sempre uma piada na manga. Um dia descobriram e mataram-no – não gostavam de batoteiros.

 

Pegava no bloco de piadas e numa caneta, sentava-se na sanita e escrevia, escrevia... Eram piadas de merda, mas quando acabava sentia-se mais aliviado.

 

Quando teve a ideia, riram-se dele. Quando montou a fábrica, riram-se dele. Quando começou a vender as piadas embaladas no vácuo, para se rirem, tiveram de pagar.

 

Era um comediante maniqueísta – dividia as pessoas em dois tipos: os que se riam das suas piadas e os que não tinham sentido de humor.

 

Cansada de ficar sempre para o fim, um dia a punch line resolveu aparecer de início. O setup foi o único a rir-se.

 

Convidou-a para sair, levou a jantar, pagou-lhe um copo e levou-a para casa. Finalmente nessa noite conseguiu fazê-la. Há piadas muito difíceis...

 

Só aceitava comediantes com piadas muito secas no seu bar. Estava convencido que assim os clientes bebiam mais.

 

Também no Grande coisa! vou publicar alguns textos que fiz no âmbito do curso. 



publicado por Mário Calado às 10:10 | link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

mais sobre mim
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


posts recentes

Não quero saber...

Bom Natal!!!

Desafio II

Mauro Tristão sobre BPP

Desafio

Pessimista sobre Ronaldo....

Pessimista-mor volta a at...

Exercício de rádio

Coisas minhas

arquivos

Maio 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

tags

actualidade

albatroz!

aula eduardo madeira

bebé

benfica

benfica tv

certidão

comunicados

concurso

cor-de-rosices

cor-de-rosices texto livre

desafio iii

desafio semanal

elogio funebre

escritório

homem

homem do semáforo

ip

jogos olímpicos

jorge catarino

le loup fou

maddie

mãe

mário calado

marta

miguel gomes

morte

nome de blog

non sense

notícias

óbito

parvoíces

pobres

radio

rádio

referências

religião

ricos

rodolfo

sketch

stand up

texto livre

trabalho de grupo

trabalho susana romana

tv

vídeo

todas as tags

links
blogs SAPO
subscrever feeds